Martins Correia

Com uma longa carreira. Em que o desenho, a pintura e a escultura estão presentes. Martins Correia, é um artista de vasto curriculum. Reconhecido internacionalmente.

Começou a expor no ano de 1938. Desde essa altura participou em inúmeras mostras colectivas: Exposição do Mundo Português, Lisboa (1940); Exposições de Arte Moderna do S.P.N./S.N.I.; diversos salões da Sociedade Nacional de Belas Artes; I e na II Exposições de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa (1957, 1961)

Saber mais
Martins Correia somou ao longo da sua carreira vários prémios que testemunham o seu inegável valor. De temperamento vibrátil e de imaginação acesa, o seu pleno domínio da técnica permite-lhe tentar as mais ousadas experiências.

A sua obra é um exemplo de permanente inquietação na busca de novas formas e de novas soluções plásticas. A sua escultura é composta de originais soluções decorativas policromáticas que aligeiram as suas figuras do solene compromisso oficial, sobretudo a partir de 1968 com a utilização de intensos vermelhos, ocres, pretos, verdes, brancos, azuis e amarelos, pintados nos materiais escultóricos.

Albino Moura
S/ título
Dimensões: 70 x 56

Técnica: mista

Albino Moura

Bronze Policromado 

Dimensões: 40 x 46

Pin It on Pinterest

Share This